Diabetes Mellitus (DM) é nada mais que o nome científico dado aos vários tipos de diabetes – grupo de doenças metabólicas que se caracterizam pelo desequilíbrio no nível de glicose sanguíneo durante longo período. Os sintomas incluem a necessidade frequente de urinar e aumento da fome e da sede. Quando não tratada, a diabete pode trazer complicações graves tais como doenças cardiovasculares, acidentes vasculares cerebrais e doenças renais crônicas.

O que pode levar alguém a ter Diabetes Mellitus?

Quando alguém se refere a “diabetes”, palavra generalista, está abrangendo vários tipos de doença. Mas é preciso separar a diabetes tipo 1 (DM 1) da diabetes tipo 2 (DM 2), pois são casos diferentes.

No caso da diabete tipo 1, que é menos recorrente (acontece em apenas 10% dos casos), a doença se origina como consequência de uma produção insuficiente de insulina pelo pâncreas do indivíduo. Essa produção torna-se escassa por conta da destruição das células beta pancreáticas. Isso acontece porque o organismo cria anticorpos contra as referidas células.

Já no caso da diabetes tipo 2, a diabetes surge por conta de resistência à insulina. Mesmo sendo produzida pelas células beta pancreáticas, a produção da insulina é insuficiente. Esse tipo costuma ser consequência da obesidade, maus hábitos alimentares e falta de exercício físico.

Quais os sintomas que indicam a presença de diabetes melito?

Para identificar algum caso de diabete cedo, é necessário conhecer seus sintomas mais comuns:

Diabetes Mellitus tipo 1: o paciente tem muita sede e sofre um emagrecimento considerável somado a uma fome excessiva e diurese. Além disso, há sinais de fraqueza e cansaço. Se não for logo identificada e tratada, pode ievoluir para um estado de desidratação grave com vômitos frequentes, sonolência e dificuldade de respirar. Esse tipo de diabetes mellitus é mais raro e costuma atingir bebês, crianças e adolescentes.

Diabetes Mellitus tipo 2: alguns sintomas são os mesmos da tipo 1, como a sede em excesso e a fome exagerada, incluindo também a micção frequente. Atinge adultos com mais de 50 anos e costuma demorar para ser detectada.

Como combater a Diabetes Mellitus?

Percebidos os sintomas, é necessário contatar seu médico e fazer os exames necessários, como o de glicemia em jejum. O tratamento inclui controlar a insulina, medir os níveis glicêmicos, melhorar os hábitos alimentares e fazer exercícios físicos.

Existe sim tratamento eficaz para Diabetes Mellitus